Como Abrir Uma Empresa

A oitava edição da Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental traz o 132 produções gratuitas de 32 países para São Paulo. Os vídeos estão divididos em imensas seções, como Panorama Histórico (que nesta edição aborda o cinema militante feito após 1968), Competição Latino-Americana e Realidade Virtual (inédita no festival). O homenageado do ano é o cineasta carioca Silvio Tendler.

Na quinta (30), o Sesc Bom Retiro inaugura a exibição “História da Poesia Visual Brasileira”, que reúne em torno de 200 obras do acervo do artista Paulo Bruscky. Na esclarecem as palavras funcionam sobretudo como matéria-prima para a construção de imagens e sons numa multiplicidade de suportes. Já as garotas são capazes de aproveitas as atividades da Semana Mundial do Brincar nas unidades do Sesc, que têm programação pensada pra meditar sobre a seriedade da brincadeira. Entre as atividades há oficinas, jogos, teatro e contação de histórias.

No sábado, o paque Vila Villa-Lobos assim como promove um dia dedicado aos pequenos, com protagonistas de desenhos animados. Confira essas e novas sugestões do Guia para usufruir a semana sem gastar nada. Comprometida em debater assuntos relacionados à militância e à ecologia, a Mostra Ecofalante chega à oitava edição. Por meio do dia seguinte, quinta (30), e até 12/6, o público conseguirá observar a 132 produções de trinta e dois países de modo gratuita. Sindicato dos Bancários de Guarulhos – R. Paulo Lenk, 128, Guarulhos, tel.

  • Shoptime (Confira)
  • Pedidos de casamento personalizados zoom_out_map
  • Estimulante Duratron funciona? Com que objetivo serve? (COMPOSIÇÃO E BULA)
  • 13 Seu Nimbão

O coletivo e selo de música eletrônica promove noite com o projeto formado por Liana Padilha, Lucas Freire e Cassius Augusto, Tinta Preta, e o som experimental do Objeto Amarelo, de Carlos Issa. Esponja – Av. Vieira de Carvalho, 192, 11º caminhar, República, localidade central, s/ tel. Sáb. (25): 18h. Dezoito anos. Comandada pelas vocalistas Assucena Assucena, Raquel Virginia e pelo guitarrista Rafael Acerbi, a banda mostra o show No Coração do Brasil, que homenageia o cancioneiro popular com gêneros como MPB, samba, axé e bossa. Dona Ivone Lara e Milton Nascimento estão entre os compositores lembrados.

Sesc Campo Limpo – R. Nossa Senhora do Bom Conselho, 120, Chácara Nossa Senhora do Bom Conselho, tel. 5510-2700. Sex. (24): 20h. 90 min. Importante nome do movimento punk rock brasileiro, o grupo comemora quarenta anos e relembra sucessos como “Medo”. A banda Agrotóxico bem como se expõe. Centro Cultural da Juventude – Av.

Dep. Emílio Carlos, 3.641, Limão, tel. 3343-8999. Sáb. (25): 19h. 180 min. Nascida em Juazeiro (BA) e influenciada por artistas como Gal Costa, Chico César e Belchior, a cantora retrata o disco “Mansa Fúria” (2018), que fala sobre teu dia-a-dia e história e tem canções como “Nanã” e “Apreciação”. Mais tarde, o músico que trabalhou com Luedji Luna no bem-sucedido álbum “Um Corpo no Mundo” (2017) mostra o teu mais recente serviço, “Couragem” (2018), no qual explora a afetividade e a ancestralidade. Mundo Pensante – R. Treze de Maio, 830, Bela Vista, região central, tel. 20. Até a 0h: sem qualquer custo.

Formada por 10 músicos, a big band do ABC faz show de “Tudo o que Move é Sagrado” (2018), que homenageia a existência e obra do compositor Ronaldo Bastos Ribeiro. A partir de releituras feitas com nomes como Luedji Luna, Liniker e os Caramelows e Filipe Catto, o grupo passeia por clássicos como “Amor de Índio” e “Um Certo Alguém”.

Sesc Osasco – tenda um – Av. Sport Club Corinthians Paulista, 1.300, Bussocaba, Osasco, tel. Sex. (24): 20h30. 75 min. Conhecido no movimento queer rapper brasileiro, o compositor paulista mostra o show setenta semanas, que celebra o tempo que passou sem outras músicas. Prestes a lançar seu segundo disco, antecipa o primeiro single, “Braille”. Sesc Avenida Paulista – praça – Av.

Paulista, 119, Bela Vista, localidade central, tel. 3170-0800. Sáb. (25): 20h. Sessenta min. Livre. Retirar ingresso com antecedência de uma hora. Definida pelas autoras como uma distopia cômica existencialista, a trama acompanha as aeromoças Daisy, Violeta e Magnólia. Depois do último voo de suas carreiras, elas escolhem atravessar seus dias em um paraíso tropical. Oficina Cultural Oswald de Andrade – R. Três Rios, 363, Bom Retiro, tel. O solo do palhaço e psiquiatra Flávio Falcone é efeito de um trabalho efetivado na região da cracolândia desde 2012, no qual ele chamou usuários da droga a veicularem suas composições em uma estação de rádio. Teatro de Contêiner Mungunzá – R. dos Gusmões, 43, Santa Efigênia, localidade central, tel.