Dica De Investimento A Extenso Tempo

RESUMO: O intuito de falar esse texto visa resgatar todo um procedimento de construção de uma metodologia didática que implementamos em nossa prática escolar, o uso de webquest como uma ferramenta. Faremos um passageiro relato de como iniciamos nosso serviço dentro nesse formato, comentando de cada momento que deram origem a construção de cada webquest. Os resultados demonstrados dentro do próprio website da internet é uma característica que não faz parcela do formato original de uma webquest, mas, é uma forma de demonstrarmos como atingimos nossos objetivos.

O desenvolvimento tecnológico das últimas décadas tem condicionado uma nova organização da comunidade, que se configuram a partir do espaço antropológico do saber onde o ser vai ter acesso e se apropriar de conhecimento, do mesmo modo a sua constituição como sujeito/cidadão. A aprendizagem aparece desse assunto como um considerável fator, ao apontar para a indispensabilidade de transformações qualitativas nos seus processos. Para este autor, a direção mais promissora que traduz a interpretação da inteligência coletiva no domínio educativo, é aquela da aprendizagem cooperativa. A Internet reúne um amplo conjunto de significados e conotações, de acordo com os grupos de usuários, os serviços que presta e está em constante prosperidade, é um vasto plano de infos e conhecimentos compartilhados mundialmente.

É também, uma via de comunicação que permite marcar a cooperação e a colaboração entre um grande número de pessoas, grupos, comunidades a nível mundial. É fundamental inserir os recursos das novas tecnologias e tuas probabilidades, aumentando e dinamizando as relações de ensino-aprendizagem utilizando o pc e a Internet. Segundo Moran (2000, p.20) quanto mais mergulhamos pela população da dica, mais rápidas são as demandas por respostas instantâneas. “WebQuest é uma metodologia de ensino que visa a promover o bom emprego da internet entre alunos com mais de oito anos. E foi pensada para propiciar o melhor aproveitamento possível do tempo deles.

A idéia é que os alunos não percam horas e horas procurando por dicas, entretanto que façam emprego delas da mesma forma que terão que fazer mais tarde, como cidadãos e profissionais. Cada webquest teve um motivo para ser formada, à medida que formos enviando, cada uma delas, faremos um passageiro relato do que motivou sua subsistência. Elas não estão organizadas por tua seriedade ou cronologia, todavia à capacidade que nos lembramos dos momentos que precederam sua construção. Disponibilizamos bem como em nota de rodapé, teu endereço na web pra aqueles que queiram notar nossa produção.

  • Balcões e Prateleiras
  • Espere pela concretização
  • Sentindo frio, cansado ou tonto
  • Pintura a Jato
  • Apresentação de recentes metas
  • três Jessica Mah (inDinero)
  • Massacre De Columbine
  • Infecção bacteriana

Sem sombra de dúvida que não os resolvemos, mas, passamos a conhecer mais de perto os problemas que afligem nossos alunos e deste modo podermos dominar e algumas vezes amenizar situações que estejam à altura da organização. Ainda não tínhamos muito claro a interdisciplinaridade por este método, desse jeito, senso crítico acabou por tornar-se 4 webquests dentro de uma, cada qual com objetivos diferentes. A primeira tratava do desrespeito ao ser humano e a dúvida do pequeno abandonado, a segunda tratava-se de um chat promovido pelo Educarede com a museóloga Elza Cabrera. A terceira era de matemática, envolvia não só trabalhar com planilha, porém principalmente levar o aluno a raciocinar de forma crítico sobre o final atribuído aos proventos financeiros de tua moradia.

A quarta webquest envolvia um estudo e formação de figuras estilizadas. Matemática, Língua Portuguesa, Biologia e Química. Maria das Neves e Terezinha Aquino, mostrado no curso Profuncionário da SED/MS da qual elas participaram e sua culminância envolvia construir um projeto colaborativo que envolvesse a comunidade escolar. Agregamos nossa webquest como subprojeto delas e este também participaram das atividades do Educarede. Sala de Tecnologia, no momento em que nos reuníamos em nossas oficinas.